terça-feira, 28 de junho de 2011

Interrompemos nossa programação para um breve desabafo

Hoje de manhã, numa das minha visitas diárias a diversos sites de noticias, eu me deparei com uma manchete, digamos, confusa. O destaque dizia assim: “Ex-atriz e deputada: Mirian Rios diz que tem direito de não contratar gays”. Confesso que achei que não tinha entendido a manchete quando a vi, mas ai quando cliquei e li o título percebi que não estava enganado. Alguém fez um discurso a respeito de possíveis leis que proibiriam pessoas de demitir homossexuais de empregos por serem o que são, HOMOSSEXUAIS, e nesse “manifesto” a mesma dizia que não queria que seu filho corresse o risco de ser bolinado( isso mesmo caro leitor, BO-LI-NA-DO) por um possível motorista gay, ou que sua filha fosse vítima de pedofilia por uma suposta doméstica( ou babá ) lésbica.

Olha, eu sou totalmente contra a uma lei que dê proteção desse tipo a homossexuais, até por que assim sendo onde ficaria o discurso de que somos todos iguais perante a lei? O que, na minha opinião, tem que ser feito é uma lei que puna de forma severa os crimes de ódio e os atos homofóbicos. Agora uma deputada declarar que não quer arriscar a conduta de seus filhos e por isso prefere não contratar homossexuais é o cúmulo do preconceito(olha que eu pensei que não existiria alguém pior ou igual ao nosso querido Bolsonaro). Em que mundo ela vive? Talvez em um que os heterossexuais não cometem crimes de pedofilia, nem domésticas se envolvem com filhos de patrões. Ou seja, ela vive em um universo paralelo ao nosso, né.

Eu apenas acho que uma pessoa como nossa digníssima deputada não deveria estar onde ela está, “nos representando”. É por causa dela e de mais uma dezena de líderes políticos iguais a ela que nosso país não vai pra frente. Sei que isso é clichê, gente, mas tem que ser dito. No lugar desse povo estar se preocupando com coisas tão supérfluas, eles deveriam estar olhando pro que realmente importa. Melhoria na educação, saúde, saneamento, CADÊ? Deixem as pessoas viverem do jeito que elas são!

Acho muita ignorância uma pessoa “pública” fazer um discurso desses, e olhe que não sou o único que tem essa opinião.

12 comentários:

  1. DESABAFE COM TODO SEU CARINHO

    CONCORDO EM PARTES

    VALEU!

    http://www.novaquahog.com/

    ResponderExcluir
  2. viado cheio de direito, pff
    aqueles haha

    ResponderExcluir
  3. É realmente revoltante biu.
    Bom, sobre a lei, as pessoas devem ser demitidas se forem incompetentes, apenas isso, independentes de serem ou não homossexuais.

    Mas, se ela não existir, muita gente vai sair demitindo homossexual pelo simples fato dele ser homossexual, infelizmente é assim.

    veja a noticia sobre isso: http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia=43755

    ResponderExcluir
  4. excelente post. Na verdade o problema tem uma raíz muito mais profunda do que a aplicação de penas severas ou de cotas, tem toda cultura envolvida nisso, mas cultura só vem com educação, mas CADÊ?

    ResponderExcluir
  5. aushuahsuahuahsuahs mel dels, daqui un dia vai ser mto lusho ser gay, ai vai almentar a concorrencia... ññ

    gente, desha tudo como ta, please, nóis as propria gay agradece.

    http://drehluvz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Esse é o problema. O povo não se liga que as pessoas estão ali eleitas é para fazer a vontade do povo. São nossos empregados. Mas enquanto o brasileiro continuar com essa idolatria filha-da-mãe por políticos e afins, não iremos pra frente. Ninguém fala, nem vê, nem ouve. Estamos perdidos.

    ResponderExcluir
  7. Tá mais do que claro na sociedade atual que os gays são discriminados e perseguidos, essa lei tem o objetivo de incluir a "orientação sexual" no rol de direitos e garantias fundamentais na Constituição Estadual. Ela nada mais foi do que deturpada, mal interpretada. E a declaração da Deputada foi ofensiva e rídicula, em seu discurso ela chama os homossexuais de pedófilos em potencial, faz um paralelo entre o homossexualismo e a pedófilia. Ora, pedófilo pode ser qualquer pessoa, independente de sua orientação sexual. É inacreditável que haja uma pessoa com essa mentalidade no congresso.

    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei o blog, o layout me conquistou de cara já sdkçasldaksd e você escreve muito bem, parabens!
    Estou seguindo o blog, se puder da uma passadinha no http://posdezesseis.blogspot.com/ :D

    ResponderExcluir
  9. opa! innteressante;)

    ResponderExcluir
  10. A galera homosexual lutou tanto para uma lei que os assistisse e agora eles conseguiram, mas preconceitos, todos são passíveis de sofrer, e nem todos estão de acordo ou preparados para encarar essa nova aceitação.
    Agora, que essa galera toda consigaser feliz com isso e lutar para conseguir mais. NÃO LIGUE PARA QUE ESSES MONSTROS FALAM OU PENSAM DE VOCÊS! LUTEM POR MAIS! VOCÊS NÃO MERECEM ESSES MONSTROS!

    ResponderExcluir
  11. As leis são feitas para proteger, caro Paulão. Existe um projeto, o PEC 23/2007, que pretende acrescentar a orientação sexual entre as vedações à discriminação da constituição do estado, no caso do Rio de Janeiro

    ResponderExcluir